Águas Claras, a cidade mais vertical do DF

4 minutos para ler

Uma cidade jovem com jeito de grande metrópole. Águas Claras é o equilíbrio do verde com a urbanização

Águas Claras é a cidade mais vertical do Distrito Federal. Os prédios altos destacam sua silhueta no horizonte, o que a levou a ganhar o apelido de Manhattan Brasileira. Comércio movimentado, intensa vida noturna, moradores jovens e outras características distanciam Águas Claras do cotidiano do Plano Piloto e a aproximam do dia a dia de outras grandes capitais.

Fonte: Revista Águas Claras

Implantada legalmente na Região Administrativa de Taguatinga no dia 16 de dezembro de 1992, Águas Claras foi planejada pelo arquiteto e urbanista Paulo Zimbres e sua construção aconteceu simultaneamente com uma novidade no Distrito Federal: o metrô, um meio de transporte feito para facilitar o deslocamento dos brasilienses e que faz toda a diferença para o morador da região.

Os edifícios de Águas Claras, planejados inicialmente para ter, no máximo, 12 andares, puderam subir mais, o que transformou a cidade e deu um ar cosmopolita ao local.

Mas, apesar do crescimento acelerado, a urbanização convive bem com a Natureza. Dos 808 hectares de Águas Claras, 403 ficaram reservados para áreas verdes. Suas avenidas e alamedas receberam o nome de árvores (Castanheiras, Araucárias, Flamboyant, entre outros), enquanto as praças foram batizadas como pássaros (Pardal, Beija-Flor, Tiziu etc). O Parque Ecológico Águas Claras é um bom exemplo de como a preservação da fauna e da flora nativas da região pode conviver bem com o lazer e a prática de esportes. Da mesma forma que o Central Park nova-iorquino, nosso parque é uma mancha verde em meio aos prédios altos que acrescenta muita qualidade de vida aos moradores.

Parque ecológico Águas Claras. Fonte: DF Águas Claras

O comércio é outro ponto forte de Águas Claras, que conta com três shoppings principais e vários centros comerciais espalhados pela cidade. A gastronomia também ganha destaque, com a presença de restaurantes locais e unidades de quase todas as grandes franquias presentes em Brasília.

Segundo dados da Codeplan, a cidade conta, atualmente, com mais de 160 mil habitantes, sendo 52,2% do sexo feminino. 51,5% são nascidos no próprio DF e, entre os que vieram de fora, os mineiros são a maioria (18,2%). A idade média dos moradores é de 31,3 anos.

Com a expansão urbana, em 2003 Águas Claras deixou se ser extensão de Taguatinga e tornou-se uma Região Administrativa do DF, a RA-XX, englobando, além de Águas Claras (vertical), o Setor Habitacional Arniqueiras, o Areal e a ADE (Área de Desenvolvimento Econômico).

Em 2019, Arniqueiras também tornou-se uma nova Região Administrativa (RA-XXXIII) , ficando o Areal e a ADE, consolidadas como novos vetores de expansão da cidade de Águas Claras ( todas sob a égide da RA-XX ), atraindo novos empreendimentos que já começam a ser lançados a partir desse ano, sobretudo , em função da infraestrutura prometida, acelerada pelos estudos que estão sendo realizados para a implementação da futura Avenida das Cidades, antiga interbairros, considerada essencial para a mobilidade e desenvolvimento de toda a região.

O Residencial Montana, lançamento da Emplavi na cidade, é um exemplo desse novo momento e chega na hora certa para quem busca morar e viver em Águas Claras, com a segurança, o conforto e a qualidade construtiva da maior incorporadora imobiliária de Brasília . A pouco mais de 20km do Plano Piloto, próximo às estações do metrô e com toda a infraestrutura de bens e serviços à disposição, o Montana foi feito na medida para o equilíbrio entre vida urbana, Natureza e tranquilidade.

Piscina adulto com raia e deck – Montana Residencial

Visite nossa Central de Vendas em Águas Claras e conheça a unidade decorada do Montana Residencial, com o mais alto conceito de bem-estar.

Sala – Decorada Montana Residencial

Central de Vendas Emplavi Águas Claras

 

Central de Vendas Emplavi

Rua Copaíba, lote 14

Horário: 10h às 16h

Telefone: (61) 3181-0737
Whatsapp: (61) 99692-2668

Site

Posts relacionados

Deixe um comentário